Família Salesiana e Dom Bosco

Dom Bosco inspirou o início de um vasto movimento de pessoas - Família Salesiana - que trabalham, de diversos modos, em favor da juventude. Ele mesmo fundou, não só, a Sociedade de São Francisco de Sales (Salesianos de Dom Bosco - SDB), mas também o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), a Associação dos Salesianos Cooperadores (SSCC) e a Associação de Maria Auxiliadora (ADMA). Hoje, a Família Salesiana compreende 30 grupos oficialmente reconhecidos num total de 402.500 membros.

A Família Salesiana é um conjunto de cristãos e cristãs, de consagrados e consagradas que, com a originalidade do seu carisma e do seu espírito, se colocam ao serviço da missão da Igreja, especialmente no vasto mundo da juventude, dos ambientes populares, dos pobres e das populações ainda não evangelizadas. (Carta da Identidade Carismática da FS, art.º6).

Em Portugal os grupos existente são os Salesianos de Dom Bosco, as Filhas de Maria Auxiliadora, os Salesianos Cooperadores, os Associados de Maria Auxiliadora, os Antigos Alunos e as Antigas Alunas de Dom Bosco e das Filhas de Maria Auxiliadora, as Voluntárias de Dom Bosco e mais recentemente a Canção Nova.

Dom Bosco deu início ao seu apostolado entre os jovens mais pobres e abandonados. Sobretudo a partir de 8 de dezembro de 1841, o jovem sacerdote João Bosco, ordenado em junho do mesmo ano, começa a recolher e a educar os jovens mais abandonados.

Dom Bosco procurou prevenir estas situações apoiando os jovens em dificuldade, sem família, nem educação, nem trabalho. O Oratório era uma realidade onde podiam encontrar campos para jogar, salas e oficinas, dormitório e refeitório para os alunos internos e, claro, uma Igreja para as orações, o canto e a catequese.


© 2014 Família Salesiana