Notícias Mundiais - Família Salesiana


Chade | Salesianos em Doba empenhados em garantir comida às crianças

by SNFS | jun 20, 2022

ChadeANS Doba | Também devido às dificuldades de estocagem causadas pela situação internacional, uma grave emergência alimentar está a atingir numerosos Países africanos. Trata-se de um perigo concreto para a vida de milhões de pessoas em todo o continente. A par de celebrar ontem, 16 de junho, em toda a África, o Dia da Criança Africana, parece oportuno recordar o empenho salesiano em garantir o direito à alimentação aos mais pequenos: um empenho que vem sendo levado adiante em muitos lugares, entre os quais também no Chade.

Para mais informações, visite-se o sítio web: www.missionidonbosco.org 

A realidade chadiense é a comum a tantas realidades africanas: grande abundância de recursos, mas pobreza extremamente difusa. O subsolo do País está entre os mais ricos da África, graças às numerosas jazidas de petróleo, ouro e urânio. Apesar disto, o País é um dos mais pobres do mundo. A presença de recursos naturais, de fato, ajuda somente a uma diminuta elite. Assim, 43% das crianças abaixo de 5 anos é desnutrida; 66%, vive na pobreza. Além disso, a escola, a saúde pública, o trabalho…, enfim: todos os âmbitos mais importantes da vida de um estado se regem por um clima de real precariedade. Assim, a quase totalidade da população tem dificuldades de ter acesso à instrução e à saúde.

Também os salesianos de Dom Bosco, desde que se estabeleceram em 1995 nesse complicado País, estão conscientes de não poder sozinhos resolver todos os problemas e bem determinados em melhorar, com todos os seus meios e recursos, a situação dos mais pobres entre os pobres.

A sua primeira obra se criou em Sarh, uma cidade ao Sul, a qual, com 120mil habitantes é a terceira maior cidade do País. Em 1998 iniciaram seu trabalho na capital, N’Djamena, e, em 2013, uma terceira obra na cidade de Doba. Na missão de Doba dirigem, a partir da pequena presença “São Domingos Sávio”, um Jardim de infância e uma escola elementar.

Por entre carências endêmicas e crise internacional, precisam atualmente do suporte internacional para poder continuar a sua missão em favor da alimentação dos mais pequenos. Há falta de farinha, azeite, arroz, feijão, açúcar, amendoim…, que servirão para nutrir e favorecer o crescimento e desenvolvimento de centenas de crianças (3-12 anos) que frequentam as escolas missionárias.

No Chade, só ’1% das crianças frequenta a escola pré-escolar. Quase 6 milhões (6.000.000) são consideradas em risco sanitário por desnutrição e por exposição a infecções (graves). As Nações Unidas asseguram que 5.500.000 de pessoas, só no Chade infalivelmente precisarão – este ano – de assistência humanitária – uma emergência que, como sempre, esmaga primeiramente os mais pequenos e os mais frágeis.

Aqui poderá consultar notícias, e informações sobre eventos, relativas à Família Salesiana espalhada por todo o Mundo.




© 2014 Família Salesiana